Quantos estão lendo agora...

Lendo e ouvindo...

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

O meu pânico particular

Há dias, uma sensação de torpor envolve o meu ser.
É aquela sensação desconfortável a anunciar algo incomum a caminho.
Por mais que eu tentasse, não descobria o porquê.
Por incrível que pareça, acredito que essa sensação tinha muito a ver com as notícias sobre os mineiros confinados. Tanto é que, como num passe de mágica, ela, a sensação desconfortável, me deixou tão logo o último mineiro foi libertado.
Nunca me testei como claustrofóbica, mas só de me imaginar presa em qualquer local, mesmo que seja num simples quarto, começo a me sentir mal. Acho que durante todos esses dias em que a notícia era veiculada pela mídia, fui trazendo para mim aquele desconforto.
Não sei como a mente humana funciona numa situação daquelas, como se dá o instinto de sobrevivência, mesmo que em grupo, onde a união vai proporcionar a vitória. Mas sei que eu me vejo totalmente impotente e fraca vivendo a mesma coisa.
Lembro de uma única vez em que me vi presa no quarto de minha residência, quando a fechadura emperrou me impossibilitando de sair. Eu já era uma moça feita e o quarto do meu irmão era ao lado do meu. Além do quarto ser grande, tinha uma enorme janela que dava para o terraço, embora gradeada. Qualquer pessoa da minha casa, povoada por mãe e sete irmãos, naquela hora do dia, quando todos se preparavam para ir trabalhar, poderia ouvir meu chamado. Mas minha mente me induzia a pensar que eu estava presa e que de lá, nunca mais iria sair. Meus gritos de desespero podiam ser ouvidos a léguas de distância e de dentro eu não conseguia seguir as instruções de quem estava do lado de fora, para que ajudasse a liberar a fechadura movendo a chave com cuidado pelo lado de dentro. Embora não houvesse motivo para tal, àquela hora da manhã, tiveram que encontrar um chaveiro para me libertar.
Observando a situação dos mineiros, todos heróis, sinto vergonha da minha reação com um problema tão bobo e tão comum.
(Adir Vieira - 14/10/10)
Fonte de imagem:jacarebanguela.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário