Quantos estão lendo agora...

Lendo e ouvindo...

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Luvas, pra que te quero?



Abro uma de minhas gavetas. Aquela que guarda as relíquias, como cartões de amigos, santinhos, grampos de cabelo com strass, enfim, pequenas miudezas que só vem à tona, uma ou duas vezes por ano, em época de faxina geral. Sem querer, dou de cara com um par de luvas brancas de renda vazada, com um botãozinho de pérola próprio para o abotoamento no pulso.
Num piscar de olhos, volto no tempo e vejo-me ao vivo e a cores, com nove anos de idade, no teatrinho da escola pública. Meus cabelos encaracolados e compridos, faziam uma moldura para o rosto rosado e redondo. Eu representava uma daminha e entrava num salão finamente decorado, dirigindo-me a uma senhora à moda antiga, sentada num divã e dizia: - boa noite Dona Gertrudes. Essas eram as únicas palavras ditas por mim e como levei tempo para decorá-lo no tom desejado pela instrutora.
Lembro-me dos dias anteriores ao espetáculo e revejo minha mãe preocupada em arranjar vestido, chapéu e as tais luvas. Vejo-me experimentando o traje e ensaiando todas as tardes na mesa da cozinha. Num piscar de olhos vejo mãe,pai e irmãos menores na platéia do pequeno teatro, com os olhos fixos na cortina e do sorriso nervoso quando terminei minha apresentação.
E aí eu pergunto, luvas pra que te quero? Ao tempo em que respondo – para no futuro, lembrar novamente desse doce momento da minha vida.
Fonte da imagem: artedekor.nireblog.com

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Meu aniversário !


Hoje, acordei sacudida por beijos e abraços...

Hoje, acordei com olhos faiscando de estrelas...

Hoje, com meu coração em festa...

Preciso cantar parabéns!

Parabéns por estar viva,no sentido amplo, pleno,

Parabéns por ter consciência da felicidade ao redor...

Parabéns pelo entusiasmo que ainda mora em mim...

Parabéns por ter sorrisos ainda dançando em meu rosto...

Parabéns por ter verdade e usá-la qual vaidade...

E ainda mais que tudo,por ter um amor como o meu,assim...

Fonte da imagem: jobpamelaotero...

domingo, 17 de janeiro de 2010

Minha doceira preferida



Tudo nela cheirava a doce, a açucar.

Por anos a fio, os caramelados, os grandes bolos ornamentados que só ela sabe fazer, povoaram nossas festinhas domésticas e as grandes festas, os casamentos da família, as formaturas, os bailes de quinze anos.

Talvez a proximidade do meu aniversário a trouxe de volta na minha memória.

Conheci essa senhora, quando ainda trabalhava e minha sobrinha, hoje com vinte e oito anos, ia completar um aninho de idade. Ela era famosa no bairro por suas "quentinhas", fornecidas ao gosto do cliente, aos inúmeros trabalhadores das fábricas ao redor de sua residência. Orgulhava-se em dizer que com aquele trabalho, tinha formado um filho em medicina.

Tudo nela era doce, agradável. Sua "fábrica" era a própria residência. Um pequeno apartamento de dois quartos, sala e cozinha, no terceiro andar de um prédio de classe média, sem elevador. Na sala, as mesas, viviam abarrotadas de caixas com os doces caramelados prontos para entrega, ou então, com um bolo grande, confeitado no desejo do cliente. Fazia como ninguém, bolos infantis ou de casamentos, com o mesmo bom gosto. Tinha prazer em exibir seu "book", como se ainda precisasse fazer novos clientes. Quem comesse de sua comida, ou provasse um caramelado, jamais deixaria de pensar nela, para encomendas, quando alguma festividade fosse ocorrer.

Seus salgados desmanchavam na boca. Eram delicados, como ela, apesar dos seus noventa quilos.

Lembro que depois do falecimento de minha mãe, quando o nosso "quartel general" foi desfeito, deixei de manter contato. Nossa última encomenda foi há quatro anos atrás, quando uns quatrocentos docinhos caramelados, fizeram a alegria e o encantamento dos nossos convidados no aniversário do meu marido.

Hoje, ela me veio à cabeça, com seu sorriso feliz, próprio daqueles que asseguraram pelo próprio esforço, o maior êxito na vida.

Fonte da imagem: raquelraspante.blog...

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

A felicidade




O que é felicidade?
Juro, não sei responder...
Acho que é olhar os seus olhos
e dentro deles me ver...

Se com isso pareço gabola,

não vou me importar nem um pouco,

o que penso, o que sinto,

não é pro saber do povo.
O que importa, afirmo aqui,
é a forma como me vejo,
e se você disser sim,
caem estrelas em meu ombro.

Fonte da imagem: cadapessoaummundo...

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

As surpresas do dia


Ontem, o dia amanheceu morno, assim, com aquele ar parado, como se não tivesse sido programado inconscientemente, no dia anterior.
Embora as expectativas me levassem a crer que tudo correria de acordo com os compromissos já agendados, no meio do dia uma surpresa mudou meus planos, quase sem que eu percebesse.
Vi-a ali, deitadinha, com aquela carinha enigmática, talvez pensando se deveria ou não me dizer o que estava sentindo.
Já tínhamos todos almoçado e aguardávamos o horário de sair para a academia de ginástica, quando eu, ao estranhar seu comportamento quieto, tão diferente do habitual, indaguei sobre o que estava acontecendo.
Senti que ela temia me dizer que não estava bem para fazer aula de ginástica olímpica, pois já havia faltado a aula anterior, para brincar com as amigas na piscina do prédio.
À minha insistência, disse estar com dor abdominal. Pronto, aí entrei em desespero. É sempre assim. Não consigo conviver com mal-estar de criança. Macronizo meus pensamentos pessimistas e de súbito a vejo apática e sem a alegria tão espontânea. Acerquei-me dela, preocupada e aí, é ela que me deu lições com sua voz meiguinha e decidida querendo tranquilizar-me.
Esqueci-me do mundo para prestar atenção aos seus sintomas. Unimo-nos para que a dor não avançasse e acho que fui feliz nessa tarefa.
Pelo resto da tarde, jogamos, lemos e interpretamos os textos, assistimos um novo DVD e a "tal dor" sumiu, como apareceu.
Deixei de fazer minhas compras, coloquei em segunda ordem o que havia priorizado, mas valeu a pena sentir seus bracinhos em volta do meu pescoço, no abraço de agradecimento por eu ter esquecido de tudo e me dedicado somente a ela.
Fonte da imagem: adaobraga.wordpress.com

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Meu aniversário


Já passou o Natal, entrou o novo Ano, o ano redondo, como eu costumo dizer e sem que eu tenha tempo sequer para prepará-lo, já vem chegando o meu aniversário na próxima semana.
Não sei porque, ao contrário de quase todas as mulheres na idade madura, aguardo ansiosamente por este dia. Vibro e sou mais feliz nele, do que em qualquer outro. Sempre foi assim. Depois de casada, meu marido sempre teve o hábito de esperar a meia-noite do dia anterior, entretendo-me para que eu não dormisse, para garantir para ele, o primeiro beijo, o primeiro abraço de aniversário. Com uma família tão grande e todos guardando as vivências da infância, se ele fosse esperar o amanhecer, por certo já seria acordado com o telefonema de alguma irmã e assim, perderia a sua vez de ser o primeiro.
Lá em casa, em todos os aniversários, competíamos em ser a primeira a abraçar o aniversariante e levamos essa brincadeira pela vida afora.
Mas no dia do meu aniversário, me sinto eu mesma, com as minhas glórias, com a minha alegria, e, sobretudo, com o meu agradecimento a Deus, pela minha vida.
Vivo a semana anterior na preparação dos quitutes, na ornamentação da casa e sempre recebo muitos amigos e familiares, nem que seja, para dar um oi e ir embora. Lembro desse dia, felizmente, em todos os anos da minha vida, como um dia de muita vibração.
Sendo assim, que eu já comece hoje, a pensar em como será !
Fonte da imagem: ilove.terra.com.br

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

A missão dos signos (V e última)




Recebi e-mails dos amigos, pedindo que eu concluisse essa postagem, pois teriam que aguardar muitos dias para verem as características dos seus signos. Sendo assim, resolvi postar os signos restantes hoje.

"A ti Leão, atribuo a tarefa de exibir ao mundo Minha Criação em todo o seu esplendor. Mas deves Ter cuidado com o orgulho, e sempre lembrar que é Minha Criação, e não tua. Se o esqueceres, serás desprezado pelos homens.Há muita alegria em teu trabalho; basta fazê-lo bem. Para isso Eu te concedo o Dom da Honra." E Leão voltou ao seu lugar.
Principal Característica: alegria
Qualidade: dignidade, generosidade, extroversão
Defeito: egocentrismo, autoritarismo, teimosia
"A ti Virgem, peço que empreendas um exame de tudo o que os homens fizeram com Minha Criação. Terás que observar com perspicácia os caminhos que percorrem, e lembrá-los de seus erros, de modo que através de ti Minha Criação possa ser aperfeiçoada. Para que assim o faças, Eu te concedo o Dom da Pureza." E Virgem retornou ao seu lugar.
Principal Característica: a vontade de fazer sempre melhor
Qualidade: capricho, humildade, aperfeiçoamento constante
Defeito: criticismo, meticulosidade excessiva, mania de perfeição.

"A ti Libra, dou a missão de servir, para que o homem esteja ciente dos seus deveres para com os outros; para que ele possa aprender a cooperação, assim como a habilidade de refletir o outro lado de suas ações. Hei de te levar onde quer que haja discórdia, e por teus esforços te concederei o Dom do Amor." E Libra voltou ao seu lugar.
Principal Característica: a busca do outro, a sociabilidade
Qualidade: diplomacia, elegância, simpatia, bom senso
Defeito: hesitação, necessidade de agradar, dificuldade com conflitos.

"A ti Escorpião, darei uma tarefa muito difícil. Terás a habilidade de conhecer a mente dos homens, mas não te darei a permissão de falar sobre o que aprenderes. Muitas vezes te sentirás ferido por aquilo que vês, em tua dor, te voltarás contra Mim, esquecendo que não sou Eu, mas a perversão de Minha Idéia, o que te faz sofrer. Verás tanto e tanto do homem enquanto animal, e lutarás tanto com os instintos em ti mesmo, que perderás o teu caminho; mas quando finalmente voltares, terei para ti o Dom supremo da Finalidade." E Escorpião retornou ao seu lugar.
Principal Característica: a profundidade
Qualidade: conhecimento do ser humano
Defeito: intensidade excessiva

"A ti Sagitário, Eu peço que faças os homens rirem, pois entre asdistorções da Minha Idéia eles se tornam amargos. Através do riso darás ao homem a esperança, e por ela voltarás seus olhos novamente para Mim.Chegarás a Ter muitas vidas, ainda que só por um momento; e em cada vida que atingires, conhecereis a inquietação. A ti Sagitário, darei o Dom da Infinita Abundância, para que te possas expandir o bastante até atingir cada recanto onde haja escuridão, e levar aí a luz." E Sagitário retornou ao seu lugar.
Principal Característica: a expansividade
Qualidade: o otimismo
Defeito: a arrogância

"A ti Capricórnio, quero o suor da tua fronte, para que possas ensinar aos homens o trabalho. Não é fácil tua tarefa, pois sentirás todo o labor dos homens sobre teus ombros; mas pelo jugo de tua carga, te concedo o Dom da Responsabilidade." E Capricórnio voltou ao seu lugar.
Principal Característica: a persistência
Qualidade: disciplina
Defeito: rigidez

"A ti Aquário, dou o conceito de futuro, para que através de ti o homem possa ver outras possibilidades. Terás a dor da solidão, pois não te permito personalizar o meu amor. Para que possas voltar os olhares humanos em direção a novas possibilidades, Eu te concedo o Dom da Liberdade, de modo que, livre, possas continuar a servir a humanidade onde quer que ela esteja." E Aquário retornou ao seu lugar.
Principal Característica: a originalidade
Qualidade: o humanismo
Defeito: o radicalismo

"A ti Peixes, não foi à toa que te deixei por último, pois te dou a mais difícil de todas as tarefas. Peço-te que reunas todas as tristezas dos homens e as tragas de volta para Mim. Tuas lágrimas serão, no fundo, minhas lágrimas. A tristeza e o padecimento que terás de absorver são os efeitos das distorções impostas pelo homem à Minha Idéia, mas cabe a ti levar até ele a compaixão, para que possa tentar de novo.
Serás tua a missão de amparar e encorajar a todos teus irmãos, fazendo-os acreditar que eles são capazes, e sempre podem tentar novamente. Por esta tarefa, Eu te concedo o Dom mais alto de todos: tu serás o único de Meus doze filhos que me Compreenderás. Mas este Dom do Entendimento é só para ti, Peixes, pois quando tentares difundi-lo entre os homens eles seguirão e poucos te escutarão." E entre todos, Peixes, foi o único que retornou ao seu lugar sorrindo carinhosamente para cada um dos seus onze irmãos, sabendo que cada um deles agora tinha se tornado parte da vida dele. Naquele momento ele já amava a cada um deles profundamente. E agradeceu a Deus tanta honra por missão tão difícil...
Principal Característica: a sensibilidade.
Qualidade: a doação nas amizades e perante a vida
Defeito: tendência a fuga quando sofre.
Deus concluiu dizendo que todas as crianças eram perfeitas e só compreenderiam quando todos fossem apenas um.

domingo, 10 de janeiro de 2010

A missão dos signos (IV)



A ti Câncer, atribuo a tarefa de ensinar aos homens a emoção. Minha Idéia é que provoques neles risos e lágrimas, de modo que tudo o que eles vejam e sintam desenvolva uma plenitude desde dentro. Para isso, Eu te dou o Dom da Família, para que tua plenitude possa se multiplicar." E Câncer voltou ao seu lugar.
Principal Característica: sentimento

Qualidade: empatia, sensibilidade

Defeito: possessividade, apego ao passado, flutuabilidade

sábado, 9 de janeiro de 2010

A missão dos signos (III)



"A ti, Gêmeos. Eu dou as perguntas sem respostas, para que possas levar a todos um entendimento daquilo que o homem vê ao seu redor. Tu nunca saberás por que os homens falam ou escutam, mas em tua busca pela resposta encontrarás o Meu Dom reservado a ti: o Conhecimento." E Gêmeos voltou ao seu lugar.
Principal Característica: movimento

Qualidade: adaptabilidade, versatilidade

Defeito: racionalidade excessiva, falta de comprometimento

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

A missão dos signos (II)



A ti Touro, Eu dou o poder de transformar a semente em substância.


Grande é a tua tarefa, requer paciência; pois tens que terminar tudo o que foi começado, para que as sementes não sejam dispersadas pelo vento. Não deves mudar de idéia no meio do caminho, nem depender dos outros para a execução do que te peço. Para isso, Eu te concedo o Dom da Força. Trata de usá-la sabiamente!" E Touro voltou ao seu lugar.

Principal Característica: estabilidade

Qualidade: lealdade, persistência

Defeito: teimosia, conservadorismo "

(Autor desconhecido)

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

A missão dos signos



Recebi mais essa mensagem, que quero dividir com vocês.


Não sei se acreditam em signos do zodíaco. Mas achei os presságios extremamente verdadeiros .


Nos dias que se seguem, vou copiar aqui os doze signos para sua observação , começando hoje com o signo de Áries. Desconheço o autor, nem foi citado na mensagem.
Confiram e façam seus comentários.


"....E então, naquela manhã, Deus compareceu ante suas doze crianças e, em cada uma delas, plantou a semente da vida humana.
Uma por uma, cada criança deu um passo à frente para receber o Dom e a função que lhe cabia.
"Para ti, Áries, dou a primeira semente, para que tenhas a honra de plantá-la.
Para cada semente que plantares, mais outro milhão de sementes se multiplicarão em suas mãos. Não terás tempo de ver a semente crescer, pois tudo o que plantares criará cada vez mais e mais para ser plantado. Tu serás o primeiro a penetrar o solo da mente humana levando Minha Idéia. Mas não cabe a ti alimentar e cuidar desta idéia, nem questioná-la. Tua vida é ação, e a única ação que te atribuo é a de dar o passo inicial para tornar os homens conscientes da Criação.


Por este trabalho,Eu te concedo a virtude do Respeito por Si Mesmo." E Aries, silenciosamente, voltou ao seu lugar!!!
Principal Característica: individualidade, ação


Qualidade: coragem, sinceridade


Defeito: impulsividade e franqueza excessivas "

Amanhã, falarei sobre o signo de Touro.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Chegou o Ano Novo !



Chegou o Ano Novo!

Um 2010, redondo, no qual, com certeza, serei bem feliz!

Pintei nele um sorriso extasiante,

dei um rosa de cores vibrantes

e quis impedir qualquer cinza,em sua entrada.Cuidei, com cuidado, para que assim fosse,

ele, em cores claras, amplas e brilhantes,

para com os fogos, anunciar sua alegria.

Com pena, constatei que assim só foi em mim,

no coração, pois externamente, o mundo me mostrou

que cores escuras, já não tão brilhantes,

anunciavam tragédias com sua chegada.

Com pena, senti no peito a primeira dor do ano,

quando vi famílias e famílias arrasadas

com tanta dor em perder, já nesse início, grande parte da clã com tanto pesar.

Tentei tirar de mim esse amargor, quando o telefone tocou

anunciando, uma dor próxima, de uma amiga querida,

que em menos de um mês anunciava a partida

para junto de Deus.

Depois de chorar a sua perda, entendi que a vida é assim,

com cores claras e escuras,

independe do dia, a amargura,

e não podemos cuidar e eliminar

a dor ou o pesar que se apresente,

mas, nesse início de ano, vou insistir, em aglomerar

minhas grandes alegrias, para sobrepujar o mal !