Quantos estão lendo agora...

Lendo e ouvindo...

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

A alegria de viver

Cuido para que nunca
atenha-me a bobagens vãs
rindo ou chorando sozinha
ouço sempre a voz da razão.
Se hoje estou quase triste
amanhã, feliz estarei
mesmo que a vida ofereça
insensatez ou rispidez.
Gosto de feliz estar
ouvindo o coração falar
se não o escuto ou atendo
a culpa trago pra mim.
Quando quero alegrias
sei onde devo buscar,
é só ver os olhos rindo
ou aonde o choro está.
Mas nem tudo são flores,
assim já dizia o poeta
cabe a mim, com precisão,
suavizar, onde o calo aperta.
Pode parecer besteira,
mas todos podemos ser
só aquilo que queremos
na alegria de viver.
(Adir Vieira - novembro de 2009)

Fonte da imagem: laughtersempre.blogspot.com

2 comentários:

  1. Uau! Arrasou! Que gracinha de poesia!
    E tem tudo a ver com você.
    Fico feliz quando você escreve assim.
    Beijos pra você e Jorge.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Alba,
    Pela sua visita e pelo seu comentário.
    beijos,
    Diza

    ResponderExcluir