Quantos estão lendo agora...

Lendo e ouvindo...

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Falando de morte...


Há algum tempo não sei porque ou melhor, acho que sei porque, venho tentando dar um toque diferente a essa coisa de morte.
Palavrinha feia, que pela vida afora me arrepiou, hoje ela começa a ter um aspecto de normalidade.
Tenho me surpreendido pensando em familiares mortos, com a tranquilidade de vê-los ao meu lado, como se ainda estivessem aqui, coisa que há alguns anos não me arriscava a fazer.
Hoje, às vezes, me pego na alta madrugada às lembranças de familiares queridos, já no outro mundo.
Penso que a vida é perfeita. Fugimos da morte a vida toda, como se não fôssemos morrer. E é a própria vida que vai nos fazendo na velhice, caminhar ao encontro dela, com serenidade.
(Adir Vieira -dezembro/2010)
Fonte da imagem:jornale.com.br

Um comentário:

  1. O compositor Gonzaguinha, ele próprio "já do outro lado", nos ensinou em uma de suas belas canções:

    "Se a morte faz parte da vida
    E se vale a pena viver,
    Então morrer vale a pena,
    Se a gente teve o tempo para crescer".

    Não temo a morte, pois acredito que, de alguma forma a alma é imortal e a "vida" continua...

    ResponderExcluir