Quantos estão lendo agora...

Lendo e ouvindo...

quinta-feira, 27 de maio de 2010

A promessa do dia


Acordo e, ao olhar o céu, percebo que o dia vai ser fechado, sombrio, escuro…O sol, com preguiça, não dá mostras de quem quer aparecer por aqui.Pedaços do céu, ora azulados, ora de cor cinza, me deixa em dúvida sobre o que fazer.Coloco minha roupa de banho e desço para a piscina ou, com meu novo guarda-chuva, arrisco uma ida ao shopping para sentir a nova moda do verão?O que diz meu ânimo, então?Sinto que somos movidos pelo tempo, pela adequação à sociedade e nunca mesmo pela nossa inteira vontade. Quando optamos pela piscina, o fazemos porque o verão nos leva até lá. Quando optamos pela ida ao shopping também o fazemos porque as férias logo acabarão e aí não teremos mais tempo de andar sem rumo dentro de um shopping pela manhã.Mas e o nosso ânimo? O que ele nos diz?Não prestamos atenção aos seus sinais. Por vezes, ele não quer nos deixar sequer ir em frente – a cama ainda será o melhor lugar -, por outras, os passeios seriam diferentes – percorrer de carruagem as ruas calmas de Paquetá, tão distante daqui – por outras, ainda, visitar amigos distantes, sem mesmo ter a preocupação de poder não encontrá-los…E mais uma vez, pergunto: o que faria o nosso ânimo, a nossa vontade?

Fonte da imagem: www.cidadaopg.sp.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário