Quantos estão lendo agora...

Lendo e ouvindo...

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Coitado do meu estômago


Cuido para que a cada dia
Meu jantar seja perfeito
Dele isolo as gorduras
Atenta aos ingredientes...
Como alface, chuchu e vagem,
Arroz com tomate e só,
Viso não ter meu estômago,
Reclamando quiprocós..
Enquanto como, visualizo
Não meu prato ali, de verde,
Mas um baita sanduíche
De três camadas com aliche...
Vou me deliciando com o creme
Mostarda, pimenta e ketchup,
Um patê bem variado, incrementando
Tal peixe.
Do pão, não preciso falar, tem que redondo ser,
Alto, fofo, bem clarinho,
Para eu ter muito prazer.
Sobremesa nem se fala,
Mas dei um jeito para tal
Coloquei no mesmo prato
Balas de coco artesanais.
Embora essas delícias só dançassem
No pensamento, meu estômago,
Coitado, aprontou e ficou doente.

Fonte da imagem: boasaude.uol.com.br

3 comentários:

  1. *Querido ADIR !!! *

    *Obrigada pelo teu comentário no *Caderninho !!!

    *Adir, sinto que o mundo anda muito doente

    em vários aspectos e acredito que a maior

    causa é a FALTA de *Pazzzzzzzzzzz !!! (É na

    paz que encontramos conosco mesmos e com

    Deus !!! Só assim, conseguimos nos conhecer e

    irmos "limpos" ao encontro do OUTRO !!! ).

    *Ótimo domingo !!! *

    *Fiques com Deus.

    *Beijossssssssssssssssss.

    ResponderExcluir
  2. AH QUE FOME QUE ME DEU
    O TEU SANDUICHE TAO GOSTOSO
    DESEJEI ESTAR BEM PERTO
    E DELE PODER ME APOSSAR
    E A MOSTARDA QUE ADORO
    IRIA NELE ESPARRAMAR
    AH QUE SAUDADE QUE ME DA
    DESSES LANCHES QUE TU FALAS
    QUE SE EU PUDESSE EU ENTRAVA
    NAS LETRAS E DELE ME FARTAVA


    MUITO MUITO MUITO BOMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM

    ResponderExcluir
  3. A fome aperteou vou fazer um lanchinho, depois leio mais... rs
    bjs

    ResponderExcluir