Quantos estão lendo agora...

Lendo e ouvindo...

quinta-feira, 17 de junho de 2010

O bule de chá


Sempre achei “bocomoco” ter um aparelho de chá.

Conceituo-o sem serventia; afinal, já lá se vão mais de dez anos que ninguém convida para chás. No entanto, algumas peças do aparelho, como o açucareiro e o bule, sempre me chamaram a atenção.

Foi num dia, por acaso, que encontrei o tal bule numa loja especializada.

Apaixonei-me por ele, de cara. Tinha um tamanho maior do que o normal, branco como a neve e brincando em sua borda estavam lá os frisos azuis floridos e, firmando as florzinhas, uns mais fortes prateados.

Tamanha foi minha atração por ele, que me impediu de apreciar outras peças igualmente bonitas. O seu charme estava no bico, torneado de forma a parecer um bico de ganso e isso, inexplicavelmente, completava a peça de um jeito absolutamente perfeito.

Especialmente lindo. Convivendo comigo por mais de quinze anos, era assim que ele era.

Pelo menos, até ontem, quando, após uma briga insana da esponja ensaboada com minhas mãos, espatifou-se na pia da cozinha.
Fonte da imagem:
www.esquinadotempo.com.br

Um comentário:

  1. *Finityster !*

    *Como você está ?! Tudo bem ?!

    *Olha, sei que o chá é chique, nobre ... mas,

    sou mais um bom café feitinho na hora com uma

    fatia generosa de queijo *Minas branco

    fresco ! *É o paraísoooooooooooooo !!!

    (kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk).

    *Ótimo final de semana !!!

    *Fiques com Deus.

    *Beijosssssssssssssss.

    ResponderExcluir