Quantos estão lendo agora...

Lendo e ouvindo...

domingo, 25 de abril de 2010

A vizinha que ninguém merece


Como posso descrever você?Louca? Fofoqueira? Despeitada?Não sei… Talvez sim, talvez não…Louca, você me parece, quando começa do nada e cheia de caras e bocas, a me descrever, diante de mim, como uma pessoa elegante, bonita, bem formada, educadíssima… Sei que assim sou, mas sei também que nunca lhe dei oportunidade para me conhecer a fundo. Enquanto você fala, vou me olhando exatamente como estou – cabelos em desalinho, trajes simples, unhas dos pés, por fazer, apesar de calçados com sandálias de dedo – e penso que você olha para mim e vê ou a Angelina Jolie ou a Lya Luft…Fofoqueira você me parece quando tenta, sempre que me vê, citar um fato ou outro desabonador da pessoa com quem me viu conversando naquela semana. Foi assim com a mãe dos gêmeos, foi assim com a velhinha do 314, foi assim com o porteiro que elogiou o bolo que eu fiz…Despeitada você me parece quando, sem mais nem porquê, diz que meu apartamento, onde você esteve, na sala, e em uma única vez, é mostra de decoração, digno de figurar nas revistas e de ser fotografado pelo Rio Decor.Já não me surpreendo com seus comentários elogiosos a meu respeito. Vejo neles um misto de loucura e despeito. Sequer ensaio um pequenino obrigada.Fico refletindo se sou eu, com minha pose de melhor do mundo e com meu nariz empinado, que faço com que você seja assim.

Fonte da imagem: www.verbeat.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário