Quantos estão lendo agora...

Lendo e ouvindo...

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

O recado


Pediram que eu desse o recado.Se ao menos fosse um recado agradável, que felicidade trouxesse a quem o recebesse…Mas não, era um recado que se sabia de antemão traria de volta amargas vivências.Fiquei entre a cruz e a espada – não podia me negar a fazê-lo - e não queria presenciar, de novo, na minha frente, uma alma triste, arrependida de atos não cometidos nesta encarnação.Pensei, repensei e, embora num primeiro momento houvesse decidido por não passar o recado, preferi arranjar um modo que, mesmo em desacordo com minha forma de ser, deixasse ambas as partes em paz.Usei de minha criatividade e fiz um enredo plausível, aproveitando um bendito gancho na conversa que, felizmente, foi absorvido como absolutamente real pela pessoa que deveria receber o recado.Agora, depois do problema solucionado, fico eu em conflito com os meus deveres para com a verdade e, mais uma vez, me prometo não entrar em outra armadilha..
(Adir Machado Vieira Queiroz da Silva - abril/2009)
Fonte da imagem:eueasmidias.pbwiki.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário